BabyWearing

BabyWearing

Porquê o babywearing?

Carregar os nossos bebés ao colo é um comportamento normal e saudável para o ser humano e acompanhou desde sempre a sua evolução. A espécie humana é particularmente adaptativa sobre o meio e complexa a nível biológico, neurológico e sociocultural. Os bebés humanos nascem totalmente dependentes do cuidado do adulto e assim permanecem durante alguns anos, o que permite um avançado desenvolvimento cerebral e a aquisição de aptidões várias: linguagem, memória, habilidade numérica, representação espacial, habilidade manual, etc. Todas estas capacidades se maturam em interação e proximidade com outros seres humanos e, nos primeiros anos de vida, em relação estreita com o núcleo familiar, particularmente a mãe. Dar colo durante o “quarto trimestre” (os primeiros 3 meses de vida do bebé) proporciona uma adaptação mais suave e gentil à vida extra-uterina e um ambiente de estreita conexão com o cuidador. Neste contexto, o babywearing é uma ferramenta valiosa que nos permite dar colo com a ajuda de um porta-bebés que torna o ato de dar colo (mais) seguro e confortável.

Colo é necessidade vital:

  1. Ajuda a libertar oxitocina.
  2. Proporciona sinapses importantíssimas para o desenvolvimento neurológico do bebé.
  3. Acalma e antecipa episódios de choro diurno e nocturno, reduzindo os níveis de stress no bebé.
  4. Tem uma função termoreguladora.
  5. Ajuda na criação afetiva, emocional, de vínculo.
  6. Ajuda a regular funções vitais (respiração, digestão, visão, audição).
  7. Tem uma importante função vestibular/proprioceptiva.
  8. Tem uma importante função de socialização.
  9. Tem benefícios ao nível do sono do bebé.
  10. É o melhor refúgio para evitar que o bebé se assuste (reflexo de moro incluído).
  11. Ajuda a prevenir a plagiocefalia posicional.
  12. Está relacionado com menores índices de depressão pós-parto.
  13. Estimula a desenvolver a referência e representação do espaço.

Dar colo com um porta-bebés ergonómico acrescenta vantagens:

  1. Potencia ao bebé um desenvolvimento motor mais harmonioso, permitindo-lhe estar numa posição simétrica e na sua postura fisiológica “natural”.
  2. Ajuda a manter o bebé numa posição mais saudável para o bom desenvolvimento das articulações do quadril (anca).
  3. Permite ao adulto usufruir de maior liberdade de movimentos e autonomia.
  4. Ajuda a proteger os sistemas osteoarticular e muscular do adulto.
  5. Ajuda a combater/prevenir a depressão pós-parto.

Porquê uma consulta de babywearing?

A finalidade da consulta de babywearing é aprender a usar diferentes porta-bebés, com toda a segurança e otimizando o conforto para bebé e adulto. A consulta é adaptada às necessidades e expectativas da família, inclusivamente quando há condições especiais do bebé ou do adulto.

Para colmatar diferentes necessidades e aptidões existem vários tipos de porta-bebés no mercado: pano elástico e tecido, sling de argolas, mochila, meh dai (mei tai), onbuhimo, pouch sling (entre os mais conhecidos).

 

Serviço prestado por Susana Silva.